Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Livros, Viagens, Pets



Histórico
 06/01/2008 a 12/01/2008
 22/04/2007 a 28/04/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
Palpiteira


Na TV

Sou noveleira, admito. Ultimamente, no entanto, não acompanho nenhuma. Por falta de tempo, mas também por falta de algo que realmente seja interessante. Ainda bem que estão reprisando Chocolate com Pimenta. Gosto de TV e não tenho nenhuma vergonha de admitir - adoro séries e alguns reality shows também.

 

Aproveitando que estou de férias e posso assistir com mais atenção, algumas considerações sobre o que acho ruim...

 

Amazônia – Detesto os textos da Glória Perez. Acho que ela é a pior autora de novelas da Globo. E quando o texto não é bom, nem o melhor diretor do mundo consegue salvar. E o que é a Giovanna Antonelli fazendo papel de menininha e contracenando com um ex-chiquitito?

 

Páginas da Vida – Não consigo assistir, fico irritada com a interpretação teatral da maioria dos atores. Acho que o problema, nesse caso, é que o ator tem que ser muito bom para falar o texto naturalista do Manoel Carlos sem parecer que é decorado. A Ana Paula Arósio e o Edson Celulari, para mim, são os piores.

 

BBB7: Por que a Globo abre inscrições para o programa se todos os participantes são ‘encontrados’ pela produção? Não concordo com declaração do diretor do programa, Boninho, de que o público não quer ver gente feia na casa. Aliás, quem é ele para saber o que é bonito e o que não é?

 

E outras sobre o que gosto:

 

24 horas - Apesar de ter que ficar esperando acabar BBB7, Amazônia e Jornal da Globo, vale a pena esperar para ver meu herói Jack Bauer salvando o mundo. E ainda bem que existe a tecla SAP, porque dublagem não dá.

 

Vidas Opostas: Algumas interpretações são sofríveis, mas só o fato da novela mostrar uma favela quase do jeito como ela é e ter bandidos de verdade já é um grande passo. Nas novelas da Globo pobre é sempre engraçado, já percebeu? Como se ser pobre fosse divertido.

 

Jornalismo da Record – Essa história da cratera que abriu nas obras do metrô de São Paulo rendeu plantões em todas as emissoras de TV aberta, mas a Record foi a que melhor cobriu o assunto. Neste domingo, por exemplo, usou praticamente todo o Domingo Espetacular para falar do caso. Enquanto isso, a Globo exibia reprises do Faustão (argh mil vezes) e o SBT do Gugu (argh duas mil vezes).



Escrito por thais.gonzaga às 21h25
[] [envie esta mensagem]




[ ver mensagens anteriores ]