Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Livros, Viagens, Pets



Histórico
 06/01/2008 a 12/01/2008
 22/04/2007 a 28/04/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
Palpiteira


Presente de Natal

Quando era criança, o Natal era meu feriado preferido. Esperava ansiosamente por ele. Adorava a ceia, os presentes, a reunião familiar, a espera pelo Papai Noel e, principalmente, a possibilidade de ficar acordada até bem tarde. A noite parecia não ter fim.

Hoje ainda gosto do Natal. Continua, junto com o Ano Novo, sendo o meu feriado preferido. Mas não é a mesma coisa. Depois de adulta, não tenho mais aquela sensação de que a vida é mágica e colorida e que todos os meus sonhos serão realidade. Não que eu não seja uma otimista incorrigível, mas tenho menos ilusões e sei bem que a vida não é feita só de alegrias. O espírito natalino é menos místico e mais prático.

Minha família nunca foi muito religiosa, era tudo mesmo uma celebração familiar. Eu sabia que naquela noite comemorávamos o nascimento de Jesus e achava isso o máximo, mas sem conotação propriamente religiosa.

Ontem à noite, assistindo ao Jornal Nacional, me emocionei com uma matéria sobre um garoto, símbolo da campanha Natal sem Fome, que tinha o sonho de ganhar uma bicicleta. Ganhou sete, depois que seu desejo foi ao ar no programa. A felicidade do menino foi tão real, que encheu meus olhos de lágrimas (o que não é difícil...).

O importante não é o presente em si, mas alguém ter se importado com o garoto. Pode parece piegas, mas para mim esse é o verdadeiro espírito de Natal, se importar com o outro, dar valor ao outro. Estamos sempre tão centrados em nós mesmos, que esquecemos de olhar para fora.

A vida é tão difícil, não custa torná-la melhor para alguém se isso for possível.

 



Escrito por thais.gonzaga às 16h38
[] [envie esta mensagem]




[ ver mensagens anteriores ]